Dias de verão II

DSCN0029

Mais uma vez, na parceria de meu incansável amigo Geferson Calvette, voltamos a Imbituba, mas desta vez em outro setor, localizado na Praia do Porto. Esse setor, o Calvette descobriu também fazendo uma caminhada e pela localização acho difícil, mas não impossível alguém já ter escalado ali, pois ao escalar tem muitas rochas soltas, e se alguém já escalou por ali deve fazer muito tempo, nunca ouvi falar nada, e se alguém souber de alguma coisa nos comunique. Em minha opinião, é a parte de costão mais bonita e de maior qualidade desde o Farol de Santa Marta. Não desmereço nenhum setor daqui de Laguna, claro, pois Praia da Galheta (que é um absurdo de coisas que tem para abrir la), Ipoã (outro absurdo), Tereza (mais outro absurdo), Gravata (Lindo!) e Laguna (é palhaçada!), realmente são excelentes points, mas a qualidade da rocha encontrada neste setor, não tinha visto ainda nestes citados acima, uma combinação de basalto misturado com granito, granitos de varias colorações e abrasividades diferentes e mais uns 10 tipos diferentes de rochas que nem sei o nome. Paredes que vão a uns 20 metros de altura, muitas fendas, mas muitas fendas mesmo, em um setor muito extenso, grande, e de contínua largura. Uma quantidade absurda de blocos espalhados ao logo da extensão, possibilitando bolders muito futurísticos, fora de nossos limites no momento. Eu escalei um lugar em Floripa, Praia do Saquinho, que lembra muito os blocos encontrados aqui. Outro fator que deixa o lugar na classificação de melhor, para mim, é a caminhada, em 10 minutos você já começa a desfrutar e em 30 minutos no máximo você percorre todo ele. Chegando a Praia do Porto, vá ao costão norte, é bem fácil de achar, vá caminhando e logo vai ver muitas rochas!

012 016 022 DSCN0003

DSCN0004 DSCN0006 DSCN0011 DSCN0017

Em nosso trabalho de dois dias, abrimos sete vias em móvel e mais três boulders, sendo um projeto. No primeiro dia Calvette na parceria do Bruno de Garopaba, abriu a Dobras e Fraturas, um V+ em móvel muito bonito, primeira via aberta do setor. Depois foi a minha vez de provar outra fenda com alguns blocos soltos que acabou valendo uma vaca legal que o nut a prova de bomba agüentou o tranco, glória a DEUS! E saiu a Via Patagórica V+ e na seqüência na parceria do Geferson abrimos a via que com certeza vai ser também clássica do setor, Patagônica VI+. Depois fomos malhar uns boulders e acabou saindo umas coisinhas legais, mas que não tem nome ainda. Vou só fazer um adendo sobre os boulders, quando um dia, se vier uns caras monstros de V14 aqui pra região, já sei onde levá-los!

DSCN0028 DSCN0035 DSCN0051 Zimba - Praia do Porto 002

Zimba - Praia do Porto 003 P3050323 P3050331

No segundo dia, eu e Calvette começamos a malhar um top em móvel, pois a via é uma fenda em negativo forte, dentro de uma caverna, com um grande bloco muito próximo, que ao cair se não ficar ligado bate com as costas. Depois de malhar em top demos uma equipada e tentamos em livre, mas a pressão é grande hehe...Via Alho Queimado VIIc/VIIIa. Guiando sacando as peças, olha, tem que ta bem forte mesmo. Depois disso abrimos mais três vias, Paraíso V+ Metamorfose V+ Party e Party VI.

Zimba - Praia do Porto 006 Zimba - Praia do Porto 009 Zimba - Praia do Porto 011

Zimba - Praia do Porto 013 Zimba - Praia do Porto 014 Zimba - Praia do Porto 015 Zimba - Praia do Porto 016

Agradeço a DEUS por mais esse lugar aqui perto da minha casa, e espero escalar com outros escaladores por aqui, como sempre já fica o convite, TOCA TOCA galera!

Forte abraço!

Nando.

Um comentário:

Loading...