Setores Praia da Baleia e Tourist Hotel


Nessa segunda feira 07 de setembro, feriadão, fui catalogar alguns boulders que eu havia aberto com a ajuda da Helena, minha noiva, na praia da Baleia em Laguna, tambem conhecida como ponta do Gi.

Essa praia fica para o lado norte de Laguna, após entrar na cidade e chegar na praia siga para o
norte, o próximo costão seria essa praia.
No outro lado desse costão fica a famosa pedra do Frade, essa que ja foi escalada pelo pessoal do GMT (Grupo de Montanhistas Tubaronense) voce pode achar o lugar pelo site: http://wikimapia.org/#lat=-28.4197117&lon=-48.7428027&z=18&l=9&m=s&v=9


O setor é muito massa mesmo, vários blocos de pedras espalhadas por toda praia, boulders e vias com diversas graduações desde IV a VIIb/c até o momento.

Existe a via "Tempestade de Areia VIIb/c E2" conquistada por PH (Paulo Henrique) e integrantes do GMT.
Com relação a boulders, o mais forte até o momento é o "Rasta Bunda VIIb"
(Graduação sugerida por mim e esperando repetição de outros escaladores, alias todos os boulders aqui sitado.)

Esse setor é muito bacana para quem tambem esta iniciando no esporte e para a mulherada.
Boulders ja abertos: "Jupter IV" "Saturno VI" "Mercurio IV" "Marte V+" "Acustico V+"
"Plutão V" "Lagartixa Preta VI/VI+" "Venus IV" "Mané Bagualo VI/VI+" e mais uma montuera a ser aberto ainda.

Ja em frente ao Tourist hotel existe mais um bloco, onde se encontra mais uns boulders e vias.
No local havia um um pino batido que apodreceu, eu e Paulo acabamos batendo um outro pino, mas após algumas investidas acabamos escalando a rocha sem corda mesmo, pois além do crash tem muita areia de praia espalhada que tambem servem de "colchão" hehehe...mas no catálogo do GMT primeira edição, esta escrito que quem quizer escalar esse bloco com peças móveis fica legal tambem, ótimo campo escola para isso, segundo o catálogo voce vai precisar de peças do cam .5 ao 3
Como não sei de nada catalogado nesse setor estou batizando os boulders ja feitos e passando para o PH, que esta fazendo a segunda edição do catálogo de toda nossa região.
Os boulders abertos e batizados são:
"James Bond VI+ (Esse o Gonça ja havia feito, eu repeti, ele autorizou ai batizei)"
"Cassino Royali VI+" "Travessia V+" "Fendinha IV" "Goldfinger V+" "Esperando o Paulo VI+" "Boulder do Rafa IV" "Le Chiffre VI"

Todos esses dois setores, tanto Ponta do Gi como em frente ao Touris hotel, são ideais para iniciantes, para a mulherada e para quem quer fazer um treino rápido em rochas.
OBS: Quando for escalar nesses setores, por favor, leve um saco de lixo e recolha o que conseguir, pois são lugares por exemplo, Ponta do Gi, que o pessoal vai muito la, tipo, passar o dia e fazer churrascos, outros para fazer macumbas, isso traz bastante lixo, pois a maioria é mal educada nesse sentido "preservação" e cabe a nós montanhistas explicar isso as pessoas, sobre impacto ambietal, orienta-las, sem ter vergonha. Ja as macumbas, deixa comigo que em nome do meu Senhor Jesus eu tiro elas de la!
Faça sua parte!

Como sempre, deixo meu convite a todos que quizerem conhecer os setores.
Ja estou com a sapata na mochila e o magna tambem!

Abração e boas escaladas!

Att

Nando/Grillo

Setor Laranjeiras

Bom;
um dia de tanto andar nessas estradas olhando por pedras, pareço um tarado por pedra, só pedra e pé de goiaba, não posso ver que ja fico de baga hehehe...
acabei observando umas pequenas pedras que seriam possiveis boulders, resolvi entrar nesse terreno e fazer um reconhecimento, ja que estava pronto mesmo porque acabava de vim de uma escalada com PH e Leandro da Granito indoor em Tubarão.


Comecei estacionando o carro próximo de uma casa as margens da BR 101 que fica próximo a ponte de Cabeçudas em Laguna, conversei com uma dona de casa para saber de quem era o terreno onde se encontravam as rochas e tava tudo certo, liberado!

Comecei a caminhar achando apenas rochas baixas para boluders, mais nada empolgante, mas continuei na busca, quando mais acima do morro avistei um pouco de rochas com umas árvores próximas, e um monte de urubus encima, devia ser até setor urubu ao invés de setor laranjeiras de tanto que tinha, e havia um pouco de mata
fechada numa trilha ruim...fui andando e abrindo trilha e observei de onde estava na trilha que tambem eram baixas, e até escalei elas com minha bota da Bullterrier mesmo. Encima dessas rochas voce observa um lindo visual da lagoa da cabeçudas e muito morro com varias rochas espalhadas, faço uma ressalva que próximo desse setor fica o KM37 que tem uma centenas de bouders virgens, esperando a galera para ralar os dedos até nao dar mais!
Continuo; ao estar curtindo o visual fui caminhando em diagonal em direção a beira da rocha, foi quando olhei para baixo e vi que a rocha tinha uns 15 metros de altura, eu tinha subido pelo lado dela, e as arvores deixavam ela escondida! Bingo! Excelente lugar para vias esportivas!

Um granito branco (que não vou chama-lo de pedra branca porque acho que ja tem umas 10 pedras brancas pelo menos hehehe) com mais ou menos 15 metros de altura e acho que uns 100 de largura, nao medi, mais é por ai. Sessões de regletes e algumas fendas.
Não deu outra, o primeiro a saber foi Paulo-bote que foi meu companheiro de escalada nesse setor e agora esta sendo tambem em varios outros lugares.
Ele tinha alguns pinos, broca e marreta, então agendamos nossa primeira "expedição" ao lugar; abro parenteses, detalhe, como cheguei a base da rocha, por um mato fechado pulando uma cerca acho que de uns 300 anos cheia de mato enrolado nela, após isso uma decida ingrime cheia de mato e com muita sombra, SINISTRO porque estava somente eu e DEUS hehehe!
E não imagine a saida como foi! : ( credooooooo!!!


Gil em ação!
Quando Paulo viu a coisa fico de cara, apavoro, alucinante! Foi quando bati meu primeiro pino na marreta ( isso foi antes da conquista da via Senhor dos Exércitos).
Armamos o rapel e fomos até a base; ficamos de cara com as possibilidades de vias, o rapel ja fico na reta de uma fenda e não deu outra, ja aproveitei o rapel que virou top-rope e entrei na fenda.
Pauloca para os mais intimos, me alertou, "cara cuidado com essa arvore" ela ficava encostadinha da rocha e eu metido a mané-corajoso nem liguei para o alerta, fui com tudo, escalei acho que uns 10 metros da fenda e qdo bombei o braço, meu abençoado parceiro tinha deixado uma barriguinha na corda que mesmo em tope tomei uma pequena queda, e pra variar onde?? na copa da linda arvore, meu DEUSSSSSSSSSSSSSSSS levei um arranhao enorme nas costas e um malho daqueles do Paulo que nao parava de rir!

Essa foi a primeira via escalada no setor, muito linda, com uma pequena arvore saindo de dentro da pedra lembrando um bonsai (cuidado Gonça hehehe)
Após algumas investidas batemos algumas paradas duplas e malhamos algumas vias em top mesmo, por falta de equipos móveis. Mas uma ida do amigo Jeferson Calvette que tem um verdadeiro arsenal de peças, consegui fazer a primeira cadena do setor, a fendinha aquela da arvore, que batizamos como "Fenda do Medíocre VIIA" (graduaçao que eu sugiro).
Após essa, a próxima via que consegui fazer uma cadena foi a "Rala peito medíocre VIIA" (graduaçao que eu tambem sugiro).
Esse lance de ter "medíocre" nos nomes das vias é uma longa história que não vai ser relatado aqui hehehe!
Temos até o momento as vias "Bromélias Medíocres IV" "Medíocre mais que vencedor VIIA" (Fenda na qual fiz em top e sugeri essa graduação porque ela é forte) e mais um projeto que o Gonça iniciou "Pircen no mamilo medíocre"(e ve se cria vergonha na cara e vai la terminar gonça) que ficaram todas muito legais, esse setor ficou um ótimo campo escola.

Agora vou começar mais uma investida ao lugar depois de um tempo sem ir la, vou equipar mais umas vias...espero que logo novos amigos venham conhecer o local!

Forte abraço e que o Senhor Jesus os abençoe tremendamente amém!

Nando/Grillo
Loading...