Falece Edgar Kittelmann

Edgar Kittelmann falece aos 77 ano

Edgar Kittelman era um dos precursores do montanhismo no Rio Grande do Sul. Poliatleta, seu Edgar venceu problemas na infância, como poliomielite e paralisia infantil, se destacando em várias atividades esportivas, como: natação, ciclismo e canoagem.Entretanto nada na vida de Edgar marcou tanto quanto sua atuação no montanhismo. No ano de 1950, Kittelmann e Sérgio Machado, então presidente do Clube Excursionista Farroupilha, decidiram alcançar o topo do Pico dos Gravatás, localizado no conjunto de morros de Itacolomi.

Kittelmann era considerado um dos pioneiros no montanhismo gaúcho, tendo iniciado suas conquistas na década de 1950.


Na época, não existiam equipamentos de escalada no Brasil, muito menos informações técnicas de como usá-los. Foram dois anos de pesquisa e preparação até que, com auxilio do professor Giuseppe Gâmbaro, que tinha experiência em esqui, adquirida na Itália, que a equipe de Edgar conseguiu conquistar a primeira via de escalada no Estado, a via Sul do Gravatas, um grau elevado para a época: 5º.
Esta pequena escalada representou um grande marco e o começo de uma história muito maior, tanto para Edgar, que foi mais tarde considerado patrono do montanhismo gaúcho, quanto para o Rio Grande do Sul, que é terra de grandes escaladores que fizeram história no montanhismo brasileiro.
De todas as dificuldades, a falta de equipamentos nunca foi um problema para o Sr. Edgar,pois ele os fabricava. “Ele é (sic) teimoso feito um carneiro montês. Melhor sair da frente quando ele disser que vai escalar uma montanha ou descer um rio de corredeira. Se não tiver equipamento? Não tem problema. Ele mesmo constrói minuciosamente” Disse Orlei Jr. na ocasião do 72 aniversário de Kittelmann em 2005.
Teimoso, Kittelmann continuou indo para a montanha até a década de 2000, quando seus problemas, aliados à idade, foi tornando complicadas suas aventuras.

O velório será hoje, dia 08 de abril de 2010 (quinta-feira), no Cemitério Municipal de Cachoeirinha - Memorial da Colina, onde as homenagens poderão ser prestadas das 12h00 as 14h00.


Fonte: http://www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=2250

2 comentários:

  1. Ele foi um grande guerreiro,apesar de seus limites.Nunca deixou de correr atrás de seus sonhos!
    Seus unicos limites eram:
    - Chegar ao topo de uma montanha,
    - Ao fim de uma corredeira,
    - E à foz de um rio.
    Saudades,
    Erika(irmã),Rudi(cunhado) e Cristiane(sobrinha)

    ResponderExcluir
  2. Ola Cristiane!
    Sim verdade, altos guerreiro mesmo, grande inspiração para nós escaladores!!!
    Que DEUS o tenha!!!

    Abraçao
    Grillo

    ResponderExcluir

Loading...